17 de set de 2012

#Projeto Pense Magro: Dia 30/42

Tarefa de Hoje:
Mantenha o controle quando estiver comendo fora

Ufa, depois de tempos sumida e sem rever as tarefas do livro, voltei! E ganhei uma lavada de cara com a tarefa de hoje. Quando eu saio de casa eu só penso em comida, quero experimentar tudo que eu não teria oportunidade de experimentar na minha casa, ou  na minha cidade por exemplo. E o resultado disso é que sempre que viajo, volto mais gorda! Sem contar os eventos, aniversários, casamentos, e até mesmo a saidinha no final de semana... sou minha sabotadora número 1!

Mas olha o que o livro ensina:

MUDE SUA PROGRAMAÇÂO MENTAL SOBRE
FESTAS, COMEMORAÇÔES E EVENTOS ESPECIAIS
Se você quer emagrecer e nunca mais voltar a engordar precisa desenvolver uma atitude diferente em relação às comemorações.
Se você se parece com a maioria das pessoas, você tem uma idéia que é muito forte em sua mente: “Tenho direito à exceções em circunstancias especiais”.
Há três problemas associados a esta crença:

1. Você está sujeito a encontrar muitas circunstâncias especiais. Pense a respeito das circunstancias especiais que acontecerão apenas no próximo ano: refeições na casa de amigos e familiares, festas, feriados, almoços, lançamentos, casamentos, festas de despedida, festas do escritório, jantares de negócio, eventos de caridade, ocasiões religiosas, recepções, festas beneficentes - a lista poderia não ter fim.
Se você se der permissão para fazer exceções, você poderia facilmente comer exageradamente em todas elas.

2. Você pode extrapolar quando faz exceções.
Em vez de comer uma porção pequena ou média a mais numa refeição especial (talvez um excedente de duzentas calorias), você poderia facilmente comer muito mais.
Por exemplo, se seu jantar é, normalmente, de 600 calorias, você poderia acabar comendo 200 por cento mais - isto é um total de 1800 calorias. Uma vez que você ultrapasse seu limite, pode ter o pensamento: “Já estraguei tudo. Posso também comer tudo que quero”.

3. Você pode ter dificuldade para retornar a alimentação controlada quando o evento terminar.
É possível que você tenha pensamentos sabotadores como: “Foi realmente divertido comer tudo que eu queria. Eu gostaria muito de não restringir minha alimentação”.
Você pode perder de vista a importância de emagrecer - e corre o risco de interromper os passos deste programa. Ou pode ter pensamentos sabotadores como: “Eu perdi mesmo o controle. Estraguei tudo. Qual a utilidade de continuar tentando?” Um sentimento de desesperança pode se instalar e você pode não conseguir recuperar as energias para voltar à dieta.
As pessoas que atendi ficavam surpresas quando eu contava o que normalmente fazia em eventos sociais: planejava comer mais ou menos 25 por cento de calorias - no máximo - a mais do que normalmente. Foi o que aconteceu no último verão, no casamento de minha filha. Pulei todos os frios exceto os vegetais crus. Comi toda a salada e uma porção do prato principal. Não comi sobremesa. (Levei uma porção do bolo de casamento para casa e comi uma pequena fatia no meu lanche da noite, todas as noites da semana seguinte).
E você sabe o que mais? Foi uma semana maravilhosa.
Aproveitei o que comi e não me senti em privação. Na realidade, eu me senti muito bem por ter seguido meu planejamento e ter evitado comer exageradamente.
Por que foi tão fácil fazer isso?
Por causa de uma idéia que tenho: Ficar mais magra é mais importante pra mim do que um prazer momentâneo de comer bastante em ocasiões especiais.


Vou tentar!

Um comentário: